terça-feira, 27 de maio de 2008

The Best Of Christopher Cross - CHRISTOPHER CROSS


1 Ride Like the Wind 4:31
2 All Right 4:17
3 Someday 3:13
4 Love Is Love 4:29
5 Words of Wisdom 5:48
6 Say You'll Be Mine 2:58
7 Sailing 4:18
8 Arthur's Theme (Best That You Can Do) (Allen, Bacharach, Cross, Sager) 3:53
9 Any Old Time 4:05
10 Charm the Snake 4:26
11 Every Turn of the World 4:04
12 That Girl 3:30

Este Cd é uma colectânea editada em 1992 e diz respeito à fase em que Cristopher Cross esteve ligado à Warner Bros., pela qual editou 4 albuns entre os anos de 1979 e 1988. Uma estreia auspiciosa, seguida de uma ascenção meteórica, colocou Cristopher Cross no topo. O primeiro album conviveu de perto com o sucesso, 4 singles de êxito entre os quais "Sailing" foi o que mais vendeu e "Ride Like The Wind" ficará provavelmente como a música que melhor identifica Cristopher Cross.
Em 1981 Christopher Cross conquista novamente o Top com o single "Arthur's Theme (Best You Can Do)", tema escrito em parceria com Burt Bacharach, Carole Sager e Hal David para o filme Arthur.
O segundo trabalho, Another Page, só aparece em 1983 e já não consegue repetir o sucesso anterior, apesar disso é aqui que se encontra o tema "All Right" outra peça fulcral da obra de Cross.
Sempre em queda edita o terceiro album "Every Turn Of The World" em 1985, apesar de não haver grandes referências foi aqui que encontrei alguns dos temas que mais me entusiasmaram, "Charm The Snake" e "That Girl" estão entre os que mais gostei nesta colectânea, pertencem ainda a este trabalho, "Every Turn Of The World" e "Love is Love". Por esta altura Cross abandona a melodia mais soft e agarra uma sonoridade Rock que paira algures entre Bruce Hornsby e um Huey Lewis menos comercial, interessante.
O quarto trabalho, e o último ao cargo da Warner, foi Back Of My Mind" em 1988 e ditou o afastamento da editora em relação a Cross. Neste trabalho encontra-se "Someday", uma bonita faixa que podia encaixar nas melodias dos primeiros albuns.
Christopher Cross não desistiu e continua até hoje a editar os seus trabalhos. Dono de uma bonita voz, e apesar de não mais ter repetido o sucesso inicial, conseguiu manter sempre um trabalho de qualidade na sua obra. Bonitas melodias, bons arranjos, e sempre bem acompanhado por músicos de alto gabarito. Será sempre um prazer ouvi-lo.

2 comentários:

Rodrigo M. Villa disse...

K D o LINK para baixar o álbum ???

Brother Wolf disse...

Lamento mas só uso o Blog para expressar as minhas ideias acerca dos albuns da minha colecção, conforme os vou ouvindo.