domingo, 11 de dezembro de 2011

A Drug Problem That Never Existed - MONDO GENERATOR


1 Meth, I Hear You Callin' (Cook) 1:13
2 Here We Come (Oliveri) 1:40
3 So High, So Low (Oliveri) 2:35
4 Do the Headright (Homme, Oliveri) 2:34
5 Open Up and Bleed for Me (Oliveri) 3:18
6 All I Can Do (Oliveri) 2:43
7 F.Y. I'm Free (Blag Dahlia, Oliveri) 2:12
8 Detroit (Oliveri) 3:00
9 Me and You (Homme, Oliveri) 2:12
10 Like You Want (Blag Dahlia) 2:07
11 Girl's Like Christ (Blag Dahlia, Oliveri) 1:39
12 Day I Die (Oliveri) 2:56
13 Jr. High Love (Oliveri) 2:00
14 Four Corners (Oliveri, Viereck) 5:33
15 [Untitled Hidden Track] 1:55

À semelhança das famosas Desert Sessions os Mondo Generator são outro dos projetos a que membros dos Queen Of The Stone Age recorrem de vez em quando para descomprimir e até experimentar novas ideias. Estes projetos paralelos acabam assim por funcionar quase que como laboratórios de testes. De uma brutalidade gritante o projeto Mondo Generator, liderado por Nick Oliveri, o Baixista, com a parceria de Josh Homme, acaba por ser não um dos afluentes mas uma das nascentes dos Queens Of The Stone Age, uma vez que este projeto é anterior à origem da banda principal.
Neste album editado em 2003, o segundo captado em estúdio, encontramos todos os sintomas de referências Rock-Punk-Metal, de uma forma direta com Guitarras empunhadas vigorosamente, distorcidas e decididas quanto baste, e temas possantes capazes de nos prender a atenção e fazer vibrar o mais comum dos mortais. Nick Oliveri destila por aqui raiva a rodos, ao que parece numa altura menos boa da sua vida, situação essa que acaba por influenciar tambem o estado de espírito desta sessão. Nestas sessões participam sempre bastantes músicos que acabam por deixar o seu cunho à mercê de ideias e performances de fato marcantes, destaque neste caso para a participação de Mark Lanegan, a Voz em "Four Corners". Outros nomes como Blag Dahlia e Troy Van Leeuwen são tambem de ter em conta nesta sessão.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Standing In The Way Of Control - THE GOSSIP


1 Fire with Fire 2:49
2 Standing in the Way of Control 4:16
3 Jealous Girls 3:39
4 Coal to Diamonds 4:00
5 Eyes Open 2:10
6 Your Mangled Heart 4:22
7 Listen up! 4:18
8 Holy Water 2:43
9 Keeping You Alive 3:47
10 Dark Lines 3:27

A voz de Beth Ditto resgata corporalmente toda a atenção deste trabalho minimal, em termos de recursos, que explora desde a raiz dos Blues até ao Punk-Rock mais contemporâneo com alguma apetência para dançar. Composto por canções curtas e diretas Standing In The Way Of Control, o quarto registo deste trio Norte-Americano, resiste através de Riffs de Guitarra, apoiados apenas pela Bateria como complemento da presença de uma grande Voz. Apesar de musicalmente ingénuo não deixa de ser no entanto um trabalho interessante e sedutor, prenhe de influências de um Rock'n Roll mais primitivo e mais crú, sem grandes malabarismos, onde apenas a vontade de tocar e exprimir basta para mostrar vida e capacidade de expressão num mundo imperfeito, seja lá o que isso for.