segunda-feira, 15 de junho de 2015

Local Hero - MARK KNOPFLER


1 The Rocks And The Water   3:30
2 Wild Theme   3:40
3 Freeway Flyer   1:50
4 Boomtown (Variation Louis' Favorites)   4:10
5 The Way It Always Starts   4:08
6 The Rocks And The Thunder   0:40
7 The Ceilidh And The Northern Lights   4:07
8 The Mist Covered Mountains   5:13
9 The Ceilidh: Louis' Favorite/Billy's Tune   3:42
10 Whistle Theme   0:53
11 Smooching   5:05
12 Stargazer   1:31
13 The Rocks And The Thunder   0:40
14 Going Home: Theme Of The Local Hero   5:01

Após a edição do álbum Making Movies em 1982 Mark Knopfler, o virtuoso líder dos Dire Straits, dedicou-se mesmo ao cinema através da composição e gravação de bandas sonoras começando por trabalhar a música do modesto filme "Local Hero", editada em 1983, que fica também oficialmente registado como o seu primeiro trabalho a solo. 
Uma banda sonora requer sempre ambientes que se enquadrem na localização e ação da respetiva película e com a assídua presença do Teclista Alan Clark, Mark Knopfler conseguiu criar uma belíssima partitura que viaja através do espírito das raízes Britâncias onde o tradicionalismo tem um lugar distinto e posteriormente acaba por funcionar como veículo de ligação, ou inspiração, ao presente. Notório que apesar de inspirado pelo argumento e respetiva película, "Local Hero" consegue sobreviver como álbum mesmo sem a visualização da fita pois a excelência dos temas consegue levar-nos a viajar por outros ambientes e imagens, mesmo sem termos visto o filme.
Para além da centralidade de temas como "Wild Theme" ou "Whistle Theme" que no final se fundem no tema principal "Going Home: Theme From Local Hero" há ainda três momentos cruciais em que o tal tradicionalismo atrás referido é preponderante na elaboração da peça principal; "The Ceilidh And The Northern Lights", "The Mist Covered Mountains" e "The Ceilidh: "Louis' Favorite/Billy's Tune", todos executados pelos Acetones, são o claro momento de inspiração do espírito desta obra. Há ainda lugar para um acelerado momento Country/Rock com os Dire Straits em "Freeway Flyer", Jazz em "Boomtown" com o Saxofone de Michael Brecker, o Vibrafone de Mike Mainieri e a secção rítmica Neil Jason/Steve Jordan, respetivamente Baixo e Bateria. A bonita balada "The Way It Always Starts", o único momento cantado do álbum, é interpretada por Gerry Rafferty havendo ainda mais um momento de destaque para "Smooching", um instrumental liderado por Mark Knopfler na Guitarra Elétrica e novamente com as participações de Michael Brecker e Mike Mainieri.

Sem comentários: